© 2019 by Nishimoto. All rights reserved.

CURSO DE HISTÓRIA DA ARTE OCIDENTAL

DO RENASCIMENTO EUROPEU AOS NOSSOS DIAS

O curso será ministrado pelo artista e designer Marcellus Nishimoto e acontecerá em cinco módulos: 

 

MÓDULO 1 - RENASCIMENTO EUROPEU 

sábado, 05 de outubro 2019 

7h de duração (das 9h às 12h e das 14h às 18h)

 

MÓDULO 2 - BARROCO E ROCOCÓ 

sábado, 09 de novembro 2019 

7h de duração (das 9h às 12h e das 14h às 18h)

 

MÓDULO 3 - NEOCLASSICISMO, ROMANTISMO E MODERNISMO - PARTE I 

sábado, 07 de dezembro 2019 

7h de duração (das 9h às 12h e das 14h às 18h)

 

MÓDULO 4 - MODERNISMO - PARTE II 

sábado, 25 de janeiro 2020 

7h de duração (das 9h às 12h e das 14h às 18h)

 

MÓDULO 5 - PÓS-MODERNISMO E A ARTE CONTEMPORÂNEA 

sábado, 07 de março 2020 

7h de duração (das 9h às 12h e das 14h às 18h)

 

Local: Espaço Cor  

Rua 105-D n.24

Setor Sul

Goiânia

Serão permitidos (as) no máximo 20 participantes por módulo. 

 

DO INVESTIMENTO 

 

Pagamento POR MÓDULO - R$ 300,00 (trezententos reais). 

Pagamento PELO CURSO TOTAL (5 MÓDULOS) - R$ 1300,00 (mil e trezentos reais), desconto de R$200,00 (duzentos reais). O valor é pago até um dia antes do início do primeiro módulo. Pagamento também pode ser parcelado no cartão de crédito (parcelas acrescidas de juros do cartão).

 

A inscrição no curso se confirma a partir de depósito, transferência bancária ou pagamento feito diretamente no Espaço Cor para cada módulo. O pagamento POR MÓDULO dá o direito a uma aula de 7 horas no módulo escolhido. O pagamento INTEGRAL dá o direito a todos os módulos, totalizando 35 horas de curso. A aula não é acumulativa: uma vez perdida a aula por falta, não há reposição em outro horário nem ressarcimento do valor pago.

 

Espaço Cor 

Rua 105-D n.24

Setor Sul

Goiânia

 

Whatsapp  62 98519-7606 (Tatiana Pacheco - direção do curso)

SOBRE O FACILITADOR DO CURSO – MARCELLUS NISHIMOTO 

 

Nishimoto estudou Comunicação Visual e Design Gráfico na Universidade de Brasilia (1999), cidade em que viveu por 17 anos. Neto de japoneses, os quais forneceram o contato direto do artista com a cultura nipônica, em 2008, retornou à sua cidade natal, Goiânia, local onde hoje vive e trabalha. Atua como designer e diretor de arte em diversas modalidades do design, como moda, branding, editorial e ilustração. Também exerceu o trabalho de docência em nível superior em diversas disciplinas do design gráfico (História da Arte e do Design, Tipografia, Análise Gráfica, Projetos e Orientação de TCC). Atualmente desenvolve trabalho de ensino nas áreas de desenhoaquarela e história da arte no curso A Arte de Ver localizado no Espaço Cor

 

Desde muito cedo, Nishimoto se interessou pela semiótica - o estudo do significado de símbolos e imagens; assim como pelas artes plásticas (autodidata). Atualmente ele se dedica ao design e à arte de maneira autônoma. Seus trabalhos buscam a origem - dele mesmo e a nossa -, a compreensão da essência humana e do tempo que nos é tão efêmero. Em suas obras, o artista explora esses temas com técnicas tradicionais ocidentais e orientais, incluindo o pontilhismo em nanquim, a aquarela, o desenho (em todas as suas modalidades) e sumi-ê (antiga técnica oriental de pintura). 
 
Suas obras são visivelmente laboriosas com técnicas tradicionais, no intuito de capturar e fazer visível o imaterial: a diversidade, o tempo e o sentido da vida. A temática que ultimamente explora em seus trabalhos é a fauna e flora brasileiras. O artista faz uma extensa pesquisa sobre a riqueza da vida nativa do Brasil tal qual os primeiros cientistas naturalistas que chegaram ao país e, fascinados pela biodiversidade das Américas, retrataram os seres aqui viventes. Aves, plantas, insetos dentre outras formas de vida são os elementos que Nishimoto traz para o foco de sua arte e que nos leva a reflexão sobre a variedade e o futuro destas espécies. O artista já participou de várias exposições coletivas e individuais em Goiânia e fora do país e tem seus trabalhos fazendo parte de acervos em diversos locais do Brasil e exterior. 

 

OBJETIVO DO CURSO  

 

O objetivo do curso é abordar as várias etapas da arte ocidental desde o Renascimento até a produção artística dos anos 2000. Serão apresentadas as principais criações artísticas de cada período da arte, com explicações sobre as obras, os artistas e o momento histórico e social do contexto. Haverá uma análise técnica e crítica das produções artísticas e a discussão do impacto cultural que estas obras produziram na sociedade: suas influências diretas no comportamento e costumes de cada período.

EMENTA DO CURSO

MÓDULO 1 - Sábado, 05 de outubro 2019.

RENASCIMENTO EUROPEU 

DE GIOTTO (1267-1337) AO MANEIRISMO ITALIANO

- Trecento

- Quattrocento

- Alta Renascença

- O Cinquecento: a Reforma Protestante e o Maneirismo Italiano

 

MÓDULO 2 - Sábado, 09 de novembro 2019.

BARROCO E ROCOCÓ 

DA CONTRARREFORMA À CONSOLIDAÇÃO DO ABSOLUTISMO

- A Contrarreforma Católica

- O Naturalismo de Caravaggio (1571-1610) e Velázquez (1599-1660)

- A Corte de Luís XIV: A era da etiqueta

- O Academicismo

- A era de ouro da Arte Holandesa

- O Rococó (de 1720 a 1770): um universo hedonista e profano

- O Iluminismo

MÓDULO 3 - Sábado, 07 de dezembro 2019.

NEOCLASSICISMO, ROMANTISMO E MODERNISMO - PARTE I 

DA REVOLUÇÃO FRANCESA AO IMPRESSIONISMO

- A Revolução Francesa

- A volta ao culto da Antiguidade Clássica

- O Romantismo: o escapismo, a subjetividade e o individualismo

- O Simbolismo: mistério e misticismo

- O Realismo: a nova visão moderna

- O Impressionismo

 

MÓDULO 4 - Sábado, 25 de janeiro 2020.

MODERNISMO - PARTE II 

DOS MOVIMENTOS DE VANGUARDA AO ENTRE-GUERRAS

- A Belle Époque (1871-1914)

- O Pós-Impressionismo

- Os Fauvistas

- Primitivismo, Cubismo e Abstração 

- O Expressionismo Alemão

- Futurismo

- Dadaísmo

- Surrealismo

- Art Nouveau (1890-1920)

- Art Déco (1910-1939)

- Bauhaus: minimalismo e funcionalidade

- A era de ouro do Jazz

 

MÓDULO 5 - Sábado, 07 de março 2020.

PÓS-MODERNISMO E A ARTE CONTEMPORÂNEA 

DO ESTILO INTERNACIONAL AO PLURALISMO DOS ANOS 2000

- Pós Segunda-Guerra e o Estilo Internacional

- Expressionismo Abstrato

- Op Art

- Pop Art

- Novo Realismo e Hiperrealismo

- Arte Conceitual

- A perfórmance

- A instalação

- A arte interativa

- O retorno à arte figurartiva

- O Surrealismo-Pop

- A arte urbana

DURAÇÃO

 

Cada módulo tem a duração de 7h, ocorrendo a primeira parte das 9h às 12h e a segunda parte das 14h às 18h. Emitimos certificado do curso.

BIBLIOGRAFIA UTILIZADA NO CURSO 

 

ARGAN, G. C. Arte Moderna - do iluminismo aos movimentos contemporâneos. São Paulo: Cia. das Letras, 1996.

 

BARZUN, J. Da alvorada à decadência — a história da cultura ocidental de 1500 aos nossos dias. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

 

BATCHELOR, D.; FER, B.; WOOD, P. Realismo, racionalismo, surrealismo — a arte no entre-guerras. São Paulo: Cosac & Naify Edições, 1998.

 

BAUMGART, F. Breve história da arte. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

 

BLUNT, A. Teoria artística na Itália 1450-1600. São Paulo: Cosac & Naify Edições, 2001.

 

BROWN, J. Pintura na Espanha 1500-1700. São Paulo: Cosac & Naify Edições, 2000.

 

CHIPP, H. B. Teorias da arte moderna. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

 

DÛCHTING, H. Masterpieces of french painting. Paris: Könemann, 2016.

 

FRASCINA, F. et al.  Modernidade e modernismo — a pintura francesa no século XIX. São Paulo: Cosac & Naify Edições, 1998.

 

FRASCINA, F.; HARRISON, C.; PERRY, G. Primitivismo, cubismo, abstração — começo do século XX. São Paulo: Cosac & Naify Edições, 1998.

 

GOMBRICH, E. H. A história da arte. Rio de Janeiro: LTC Livros Técnicos e Científicos, 1995.

 

GULLAR, F. Etapas da arte contemporânea — do cubismo à arte neoconcreta. Rio de Janeiro: Editora Revan, 1999.

 

ISAACSON, W. Leonardo da Vinci. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2017.

 

LEVEY, M. Pintura e escultura na França 1700-1789. São Paulo: Cosac & Naify Edições, 2000.

 

PEVSNER, N. Origens da arquitetura moderna e do design. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

 

READ, H. Uma história da pintura moderna. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

 

SLIVE, S. Pintura holandesa 1600-1800. São Paulo: Cosac & Naify Edições, 2000.

 

VILLAS-BOAS, A. Utopia e disciplina. Rio de Janeiro: 2AB, 1998.

 

VLIEGHE, H. Arte e arquitetura flamenga 1585-1700. São Paulo: Cosac & Naify Edições, 2000.

 

WOOD, P. et al. Modernismo em disputa — a arte desde os anos quarenta. São Paulo: Cosac & Naify Edições, 1998.

 

Aguardamos a sua participação!

Agradecemos o seu interesse e atenção.

  • FACEBOOK ICON
  • INSTAGRAM ICON